Ir para conteúdo

PARANAVAÍ – Prefeitura retira 12 caminhões de materiais que acumulam água na Vila Operária

LIXO DA VILA

Equipes de agentes de endemias da Vigilância em Saúde de Paranavaí, das secretarias de Infraestrutura e Meio Ambiente, e ainda voluntários, participaram no último sábado (8) do primeiro mutirão contra a dengue na Vila Operária. No total, 65 quarteirões foram vistoriados pelos agentes e foram retirados do bairro aproximadamente 12 caminhões carregados de material que acumula água.

“Já realizamos quatro mutirões nos bairros este ano, dois deles na Coloninha do São Jorge, outro no Jardim Morumbi e agora na Vila Operária. Estas são hoje as áreas mais críticas de infestação de dengue na cidade. É importante lembrar que a limpeza dos quintais e a retirada de lixo e entulhos dos imóveis, é de responsabilidade da população. Temos recebido muitos telefones na Vigilância, de pessoas solicitando agendamento para que nós façamos o recolhimento do lixo nas casas. O município tem caminhões que fazem diariamente a coleta de lixo em todas as áreas da cidade, inclusive nos distritos. É só o morador tirar o lixo no dia e horário específico do seu bairro, que o material é recolhido. Nos mutirões, nós não entramos para limpar o quintal de ninguém e nem recolher lixo. Estamos recolhendo apenas os materiais que podem acumular água e causar risco de se tornarem criadouros de larvas do mosquito da dengue”, destaca o assessor da Vigilância em Saúde, Randal Fadel Filho.

A Vigilância em Saúde também já estuda fazer um segundo mutirão semelhante nas próximas semanas em outras áreas da Vila Operária. O bairro está com índice de 6,5 (alto risco) de infestação de dengue.

Os atuais números da dengue em Paranavaí (1º de janeiro a 6 de fevereiro de 2020) são de 2.553 casos notificados, 1.224 positivados, 90 negativos e 1.239 aguardando resultado.

LIXO DA VILA 3

FONTE SECOM/PMPVAÍ

lanofusco Ver tudo

Nasci em Nova Esperança-Pr. no dia 12/10/57, Meu primeiro diploma foi de datilografia com 12 anos de idade o que me possibilitou trabalhar em Cartório de Registro Civil, e escritório de contabilidade após terminar o segundo grau onde fiz curso de técnico em contabilidade. Com 17 anos, após uma concorrida seletiva, iniciei como locutor na Rádio Sociedade de Nova Esperança. Aos 20 anos trabalhei na Televisão Cultura de Maringá, logo em seguida passei no concurso do Banco do Brasil onde fiquei por sete anos e voltei aos meios de comunicação trabalhando em várias emissoras de Paranavaí, em Nova Londrina, Maringá e Curitiba. Agora, resolvi fazer esse site com intuito de ser mais participativo nas informações de interesse de todos brasileiros e brasileiras. Diante de tantos nomes e meios de comunicação existentes, não foi fácil decidir o nome para o site, tive que viajar com o pensamento no futuro e imaginar uma pessoa perguntando a outra: onde você viu essa notícia? e a resposta será Lá no Fusco. Espero que gostem desse meu novo trabalho. Conto com seus acessos, dicas e sugestões. Abraços do sempre amigo Edson Fusco

Deixe seu comentário

%d blogueiros gostam disto: