Ir para conteúdo

IFPR – Campus de Paranavaí poderá receber verbas federais para usina de energia solar

ENERGIA SOLARA PARA IFPR
Placas solares garantem a geração de 20% da energia consumida no campus Foto: Fabiano Vaz Fracarolli
REINALDO SILVA
reinaldo@diariodonoroeste.com.br
O Ministério da Educação (MEC) liberou R$ 60 milhões para compra e instalação de 852 usinas fotovoltaicas em mais de 40 unidades de ensino por todo o país. O Instituto Federal do Paraná (IFPR) receberá R$ 1 milhão e parte desse recurso poderá ser destinada ao campus da instituição em Paranavaí.
A distribuição da verba entre as unidades paranaenses será feita pela Pró-Reitoria do IFPR, mas ainda não há definição. Mesmo assim, o diretor do campus de Paranavaí, José Barbosa Dias Junior, afirmou que está otimista. Na avaliação dele, as possibilidades de receber a verba são grandes.
Dias Junior explicou que existe uma usina de energia solar na unidade local. O equipamento é responsável pela geração de 20% a 22% do que é consumido no campus, mas a intenção é ampliar essa capacidade e reduzir cada vez mais os custos com energia elétrica.
Para o diretor, o fato de o campus de Paranavaí contar com placas de captação de energia solar deverá ser positivo. Ele disse acreditar que é mais fácil investir onde a usina fotovoltaica já funciona do que começar um projeto do zero.
A expectativa do MEC é que a economia em todas as instituições contempladas seja de R$ 17,7 milhões por ano. Cada placa solar deverá gerar média de 30,3 MWh/ano, o que corresponderá a uma diminuição de R$ 20,8 mil nas contas de luz de cada estabelecimento.

Categorias

EDUCAÇÃO

lanofusco Ver tudo

Nasci em Nova Esperança-Pr. no dia 12/10/57, Meu primeiro diploma foi de datilografia com 12 anos de idade o que me possibilitou trabalhar em Cartório de Registro Civil, e escritório de contabilidade após terminar o segundo grau onde fiz curso de técnico em contabilidade. Com 17 anos, após uma concorrida seletiva, iniciei como locutor na Rádio Sociedade de Nova Esperança. Aos 20 anos trabalhei na Televisão Cultura de Maringá, logo em seguida passei no concurso do Banco do Brasil onde fiquei por sete anos e voltei aos meios de comunicação trabalhando em várias emissoras de Paranavaí, em Nova Londrina, Maringá e Curitiba. Agora, resolvi fazer esse site com intuito de ser mais participativo nas informações de interesse de todos brasileiros e brasileiras. Diante de tantos nomes e meios de comunicação existentes, não foi fácil decidir o nome para o site, tive que viajar com o pensamento no futuro e imaginar uma pessoa perguntando a outra: onde você viu essa notícia? e a resposta será Lá no Fusco. Espero que gostem desse meu novo trabalho. Conto com seus acessos, dicas e sugestões. Abraços do sempre amigo Edson Fusco

Deixe seu comentário

%d blogueiros gostam disto: