Ir para conteúdo
Anúncios

PF faz operações contra tráfico de drogas em portos brasileiros

Polícia Federal leva pastas e documentos para a sede de Santos — Foto: Andressa Barboza/G1

Alvo são criminosos que usam terminais de Santos (SP), Paranaguá (PR) e Itajaí (SC). Em uma das ações, agentes apreenderam US$ 4,5 milhões em espécie.

Por Alexandre Lopes e Andressa Barboza, G1 Santos

A Polícia Federal iniciou, na manhã desta terça-feira (27), duas operações contra o uso de portos brasileiros para o tráfico internacional de drogas em navios cargueiros. Em uma delas, os agentes apreenderam cerca de US$ 4,5 milhões em espécie. As ações contra o tráfico são comandadas pelas delegacias da PF em Itajaí (SC) e Santos (SP).

Segundo as investigações, as organizações criminosas inseriam cocaína em contêineres embarcados nos portos das duas cidades, além do terminal de Paranaguá (PR), utilizando empresas de fachada com atuação na logística portuária. Em geral, a droga era escondida sem que os verdadeiros donos das cargas soubessem e eram enviadas para diferentes partes do mundo.

Na operação no litoral paulista, batizada de “Alba Vírus”, foram expedidos 42 mandados de busca e apreensão e 18 de prisão temporária. A 5º Vara Federal de Santos também determinou o bloqueio de mais de R$ 23 milhões em imóveis.

Os mandados eram cumpridos nesta manhã nos estados de São Paulo (São Paulo, Santos e Guarujá), Santa Catarina (Itajaí e Balneário Camboriú), Mato Grosso do Sul (Campo Grande) e Bahia (Salvador).

Na operação deflagrada pela PF em Santa Catarina, foram expedidos 33 mandados de busca e apreensão e 24 mandados de prisão nas cidades catarinenses de Itajaí, Balneário Camboriú, Blumenau, Balneário Piçarras e Ilhota.

Remessa de seis toneladas de cocaína

No litoral paulista, as investigações começaram em Guarujá, em fevereiro deste ano. Naquele mês, foram identificados integrantes de uma organização criminosa, além de bens móveis e imóveis adquiridos com a realização dos crimes.

Em celulares apreendidos pela polícia, foram encontrados vídeos nos quais os suspeitos aparecem ocultando cocaína em meio a cargas lícitas em contêineres de navios com destino à Europa. Segundo apurado pela PF, o grupo criminoso seria responsável por uma remessa de mais de seis toneladas de cocaína.

No porto de Santos, apenas em 2019, 16,2 toneladas de droga foram encontradas escondidas. A maior parte da carga ilícita tinha como destino o continente europeu. No ano passado foram 23,1 toneladas apreendidas.

Cocaína escondida em carga de tijolos

A operação deflagrada pela PF em Itajaí começou após a apreensão de 1,7 mil quilos de cocaína no porto de Antuérpia, na Bélgica, em dezembro de 2018. Posteriormente, foi constatado que a mesma quadrilha tentou enviar 558 quilos de droga apreendidos no porto de Navegantes (SC), em abril deste ano.

Os criminosos usavam uma espécie de “parede” com a carga de tijolos dentro dos contêineres para camuflar a droga traficada. A prática fez com que a PF batizasse a operação de “The Wall” (“parede” em inglês).

Para a operação em Santa Catarina, foram recrutados 150 policiais para a execução das medidas. A operação conta com o apoio de servidores da Receita Federal e cães farejadores. Além da prisão dos investigados, também foram apreendidos veículos e bens dos investigados.

Dinheiro foi encontrado dentro de mochilas e malas — Foto: Polícia Federal
Dinheiro foi encontrado dentro de mochilas e malas — Foto: Polícia Federal
Dinheiro foi encontrado dentro de mochilas e malas — Foto: Polícia Federal
Dinheiro foi encontrado dentro de mochilas e malas — Foto: Polícia Federal

FONTE G1




Categorias

POLICIAL

Anúncios

lanofusco Ver tudo

Nasci em Nova Esperança-Pr. no dia 12/10/57, Meu primeiro diploma foi de datilografia com 12 anos de idade o que me possibilitou trabalhar em Cartório de Registro Civil, e escritório de contabilidade após terminar o segundo grau onde fiz curso de técnico em contabilidade. Com 17 anos, após uma concorrida seletiva, iniciei como locutor na Rádio Sociedade de Nova Esperança. Aos 20 anos trabalhei na Televisão Cultura de Maringá, logo em seguida passei no concurso do Banco do Brasil onde fiquei por sete anos e voltei aos meios de comunicação trabalhando em várias emissoras de Paranavaí, em Nova Londrina, Maringá e Curitiba. Agora, resolvi fazer esse site com intuito de ser mais participativo nas informações de interesse de todos brasileiros e brasileiras. Diante de tantos nomes e meios de comunicação existentes, não foi fácil decidir o nome para o site, tive que viajar com o pensamento no futuro e imaginar uma pessoa perguntando a outra: onde você viu essa notícia? e a resposta será Lá no Fusco. Espero que gostem desse meu novo trabalho. Conto com seus acessos, dicas e sugestões. Abraços do sempre amigo Edson Fusco

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: