Ir para conteúdo
Anúncios

PARANAVAÍ – Município economizou mais de R$ 1,2 milhão na elaboração de sistemas de prevenção de incêndio

PREVBENÇÃO DE INCENDIO

Um problema que vinha se arrastando há anos, finalmente foi resolvido depois que o município buscou a parceria de uma faculdade particular de Paranavaí. Nesta sexta-feira (5), todas as escolas e CMEIs receberam, das mãos do prefeito KIQ, da secretária de Educação, Adélia Paixão, e da equipe dos cursos de Engenharia Civil e Arquitetura da Fatecie, os projetos finalizados e aprovados pelo Corpo de Bombeiros com os sistemas de prevenção de incêndios e situações de risco.

“Todo início de ano letivo tínhamos que renovar as TACs (Termos de Ajustamento de Conduta) junto ao Corpo de Bombeiros para obter os Alvarás de funcionamento das escolas e Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs). Era uma situação que se arrastava há muitos anos, e precisávamos regularizar a situação das nossas instituições educacionais com os sistemas de prevenção de incêndios e situações de risco. Hoje, o município tem 32 instituições de ensino, entre escolas e CMEIs. Apenas duas escolas tinham o projeto de prevenção pronto. Buscamos orientação dos engenheiros da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e percebemos que seria muito difícil para a equipe conseguir elaborar os 30 projetos que faltavam, já que os engenheiros são responsáveis por todos os projetos de todos os prédios pertencentes à administração municipal. Foi aí que buscamos a parceria da Fatecie, com os cursos de Engenharia Civil e Arquitetura, para a elaboração desses projetos e a regularização da situação de todas as escolas e CMEIs junto ao Corpo de Bombeiros”, explicou a secretária de Educação, Adélia Paixão.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

[metaslider id=”7435″]


Segundo a secretária, através da parceria com a Fatecie, o município conseguiu economizar mais de R$ 1,2 milhão. “Só com a elaboração dos projetos, que foram todos elaborados pelos estagiários da faculdade de acordo com as especificações do Corpo de Bombeiros, economizamos R$ 164 mil. Além disso, aprovamos 16 projetos com sistema de prevenção por extintores, três com sistema de prevenção por hidrantes, e outros 11 com sistema de prevenção por extintores, com isolamento de risco. Com aprovação desses últimos 11 projetos sem a necessidade de hidrantes, foi possível economizarmos R$ 1,1 milhão. Tudo isso graças ao compromisso parceria que a Fatecie assumiu com o município”, frisou.

Para o Aspirante a Oficial Kamei, responsável pela aprovação de projetos de prevenção no Corpo de Bombeiros, “esses sistemas são fundamentais para garantir a segurança das crianças, professores, equipes pedagógicas, todos que estão envolvidos no dia a dia escolar dentro das instituições do município. Foram processos demorados, que precisaram de várias adequações, mas que hoje estão trazendo esse resultado positivo: todas a instituições de ensino da rede municipal estão com os sistemas de prevenção adequados e aprovados”, destacou.

Resultado – “Nós fazemos uma gestão compartilhada, com foco em resultado efetivo, em benefício direto para a população. Muitas vezes isso não aparece. Em geral, as pessoas acreditam que uma boa gestão só está acontecendo se tiver cinco, dez prédios sendo construídos, obras e mais obras novas. Muitos políticos Brasil afora ganham a simpatia e o amor da população assim, construindo prédios. Mas o que muita gente não vê é o que acontece nos bastidores de obras assim. Nós assumimos a administração com vários prédios construídos, mas sem condições de uso, com construções mal feitas, com irregularidades  nas obras, sem equipamentos para entrar em funcionamento, sem equipe para trabalhar. Desde o início da gestão temos trabalhado para corrigir, reestruturar, regularizar. Mas como isso não é uma obra que qualquer um enche os olhos quando passa na rua, essas ações não ganham a simpatia e amor de muitos. Isso não me preocupa. O que importa para mim e para minha equipe, é que as coisas realmente funcionem como têm que funcionar. É que as nossas crianças tenham segurança de verdade nas escolas e creches. Foi isso que fizemos com essa regularização de todos os sistemas de prevenção”, avaliou o prefeito KIQ.

Parceria – “Nós trabalhamos com a premissa de que a faculdade deve ser um ambiente de ensino, pesquisa e extensão. Nosso papel não é só ensinar, incentivar o conhecimento, mas também participar de ações que contribuam com a nossa comunidade. Muitos dos nossos alunos, que atuaram na elaboração desses projetos, foram alunos das escolas municipais. E fizemos questão que cada um pudesse participar da elaboração do projeto da escola onde estudou. Isso mostra que a nossa cidade tem um ensino de qualidade desde a base, que estamos formando profissionais capazes não só de ter sucesso pessoal e financeiro, mas também de contribuir para o desenvolvimento da nossa cidade”, elogiou o diretor da Fatecie, professor Daniel Lima.

Para o coordenador dos cursos de Engenharia Civil e Arquitetura da Fatecie, professor João Arthur Casado, a parceria com o município na elaboração dos projetos de prevenção de incêndios e situações de risco, trouxe uma vivência profissional para os alunos, antes mesmo de ingressarem no mercado de trabalho. “Costumamos dizer que, no ambiente da faculdade, colocamos os alunos em uma piscina com vazão controlada de água, onde eles aprendem a nadar em águas calmas, com profundidade e temperatura controlada. No mercado de trabalho eles são lançados em mar aberto, com água fria, ondas, imprevistos, sem noção de profundidade. Com essa parceria, uma equipe de 20 dos nossos alunos teve a oportunidade de vivenciar a prática profissional, ver quais os desafios para a elaboração de projetos públicos complexos. É uma experiência que vai somar muito à formação de cada um”.

Instituições de ensino com sistema de prevenção por extintores:
– CMEI Alvina Godinho Silvestre (Mandiocaba)
– CMEI Antônio Ayres de Oliveira
– CMEI Isbela de Souza Ribeiro Felipe
– CMEI Maria Madalena Fernandes de Souza
– CMEI Menina Isabela de Souza Silva
– CMEI Nossa Senhora do Carmo (Paranavaí)
– CMEI Nossa Senhora do Carmo (Graciosa)
– CMEI Professor Jacó de Jesus Souza
– Escola Municipal Clemente Niehues
– Escola Municipal Edith Ebiner Eckert
– Escola Municipal Professora Ilda Campano
– Escola Municipal Rotary Arenito
– CMEI Professora Alzira Mendonça Figueira
– CMEI Professora Lucilene dos Santos Rodrigues
– CMEI Ayrton Senna da Silva (CAIC)
– CMEI Menino Davi

Instituições de ensino com sistema de prevenção por hidrantes:
– Escola Municipal Ayrton Senna da Silva (CAIC)
– Escola Municipal Pedro Real
– Escola Municipal Jayme Canet

Instituições de ensino com sistema de prevenção por extintores, com isolamento de risco:
– Escola Municipal Dácia Figueiredo Fortes
– Escola Municipal Deusdete Ferreira de Cerqueira Neto
– Escola Municipal Professora Maria Schuroff Back (Graciosa)
– Escola Municipal Santos Dumont
– Escola Municipal Cecília Meireles
– Escola Municipal Getúlio Vargas
– Escola Municipal Dr. José Vaz de Carvalho
– Escola Municipal Neusa Pereira Braga
– CMEI Cecília Vecchiate Giovine
– Escola Municipal Hermeto Botelho
– Escola Municipal Professora Elza Grassioto Caselli

Instituições de ensino que já possuíam projeto de prevenção:
– Escola Municipal Santa Terezinha
– Escola Municipal Noêmia Ribeiro do Amaral

Este slideshow necessita de JavaScript.

FONTE SECOM/PMPVAI

Anúncios

lanofusco Ver tudo

Nasci em Nova Esperança-Pr. no dia 12/10/57, Meu primeiro diploma foi de datilografia com 12 anos de idade o que me possibilitou trabalhar em Cartório de Registro Civil, e escritório de contabilidade após terminar o segundo grau onde fiz curso de técnico em contabilidade. Com 17 anos, após uma concorrida seletiva, iniciei como locutor na Rádio Sociedade de Nova Esperança. Aos 20 anos trabalhei na Televisão Cultura de Maringá, logo em seguida passei no concurso do Banco do Brasil onde fiquei por sete anos e voltei aos meios de comunicação trabalhando em várias emissoras de Paranavaí, em Nova Londrina, Maringá e Curitiba. Agora, resolvi fazer esse site com intuito de ser mais participativo nas informações de interesse de todos brasileiros e brasileiras. Diante de tantos nomes e meios de comunicação existentes, não foi fácil decidir o nome para o site, tive que viajar com o pensamento no futuro e imaginar uma pessoa perguntando a outra: onde você viu essa notícia? e a resposta será Lá no Fusco. Espero que gostem desse meu novo trabalho. Conto com seus acessos, dicas e sugestões. Abraços do sempre amigo Edson Fusco

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: