Ir para conteúdo

PARANAVAÍ – Ação e reação na UPA de Paranavaí

Ontem, domingo (26), no começo da noite,  cidadão paranavaiense fez vídeo da recepção da UPA, reclamando da demora no atendimento e postou no Whatsapp.

video da upa

O Delegado/Prefeito  K.I.Q foi pessoalmente na UPA e fez as seguintes postagens em sua página do Facebook:

A primeira foi por volta das 22 horas:

upra primeira.jpg

A segunda foi por volta da meia-noite 

Como não tenho medo de crises e não fujo do problema, fiquei algumas horas na UPA Paranavaí e levantei uma série de dados e planilhas que serão por mim analisadas.

Claro que o ocorrido é um prato cheio para o povo tripudiar, mas isso faz parte de uma gestão. A maior parte dos comentários me faz ter certeza de que as pessoas precisam aprender qual a função de um prefeito e como funciona a divisão da saúde pública no Brasil.

Primeiro que não sou médico, se fosse, podem ter certeza que em ocasiões como essa eu ajudaria no atendimento até “limpar” a recepção.

Em segundo lugar, não vou comentar sobre saúde alheia, pois a nossa dor é sempre será pior que a dor próximo, mas posso dizer que enquanto estive lá vários casos de “urgencia e “emergência” foram rapidamente atendidos, inclusive a vida de uma criança prematura foi salva, só sai de lá após me assegurar disso.

Quando me dirigi aos pacientes que estavam na recepção, apenas “pulseiras verdes” aguardavam atendimento, depois de devidamente triadas.

De uma análise preliminar pude perceber que em alguns dias há demora exagerada nos casos de pacientes “pouco urgentes”, ou seja, pulseiras verdes e até alguns casos de inaceitável demora em pacientes “amarelos”.

Em conversa com alguns profissionais, procurei conversar de forma a não prejudicar o atendimento, alguns atribuíram os atrasos a adaptação de profissionais recém contratados e casos extraordinários de emergências do SAMU.

Inicialmente vou passar a madrugada analisando os dados dos últimos 7 (sete) dias, para buscar encontrar dinâmicas, modelos e circunstâncias que nos ajudem a definir de forma sólida os eventos que podem estar contribuindo para episódios de espera além do que preconizado pelos protocolos.

Lembrando que nessa semana foram atendidas 1.745 pessoas. Diante dessa informação vamos analisar tempo de espera para triagem, tempo de espera para consulta, grau de prioridade, diagnósticos (caso a caso) no sentido de identificar o melhor caminho.

Vou apresentar DADOS concretos e comprovados, analisando TUDO e não apenas fatos isolados.

A terceira e última postagem foi por volta das duas horas da madrugada de hoje

Minha esposa classificou cada tipo de atendimento da UPA para que possamos analisar quais eventos estão correlacionados com episódios de demora no atendimento.

Usarei toda minha experiência na área de inteligência para encontrar os gargalos e trazer as soluções mais viáveis.

Lembrando que a ideia de colocar mais médicos é muito simplista, temos que atacar as doenças que levam tantas pessoas a procurar atendimento.

Por isso, ainda vamos analisar os diagnósticos dos pacientes para entender um pouco mais o problema.

Resolver a situação sem procurar diminuir a procura é investir em doença e não em saúde.

Promover saúde é fazer com que, cada vez menos, as pessoas precisem de atendimento médico.

upa capa

Nota do autor do Blog:

Há mais de quatro décadas trabalho em meios de comunicações e pela primeira vez vejo reação rápida, num domingo a noite e madrugada de segunda-feira, de um administrador municipal.  Atitude louvável do Delegado/Prefeito K.I.Q por estar de plantão 24 horas.

Categorias

PARANAVAÍ, SAÚDE

Deixe seu comentário em nosso blog

Entre no nosso grupo
%d blogueiros gostam disto: