Ir para conteúdo
Anúncios

A morte de um cachorro no Carrefour gerou mais indignação que a do jovem negro estrangulado no supermercado

A cena é dantesca. 

Um jovem morreu após ser estrangulado por um segurança do hipermercado Extra na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio, na tarde de quinta-feira, dia 14.

A alegação é a de que Pedro Henrique Gonzaga, de 25 anos, teria tentado roubar a arma do homem, segundo O Dia.

O segurança Davi Ricardo Moreira foi preso, mas já saiu na madrugada desta sexta da Delegacia de Homicídios.

Vai responder em liberdade.

Pedro foi imobilizado em um “mata-leão”. Deveria ter sido solto quando ficou inconsciente. 

O predador largou sua presa quando era tarde demais.

Tudo foi filmado.

“Está desmaiado, não está não?”, pergunta alguém.

“Está sufocando ele”, diz uma mulher. “Ele está com a mão roxa”, afirma outra.

Todos obedecem quando lhes é ordenado que calem a boca.

Ninguém faz nada.

O vídeo vai ganhar likes nas redes sociais.

Pedro morreu no hospital após uma parada cardiorrespiratória. O supermercado emitiu uma nota protocolar, afirmando que os funcionários foram afastados. 

Mais um que virou estatística. Bandido bom é bandido morto.

Foi sob violenta emoção, certo, doutor Moro? Talquei?

A comoção durou algumas horas e amanhã ninguém se lembrará de mais nada.

Um cachorro abatido a pauladas no Carrefour de Osasco gerou uma onda de indignação no país durante semanas, mobilizando anônimos e famosos.

Páginas e páginas no Facebook homenagearam o cão. Nenhuma será feita para exigir justiça a Pedro.

Antes que você me acuse de odiar os animais: estou fazendo apenas uma constatação.

Olhe à sua volta.

É a vida como ela é. Nada de novo sob o sol.

Pobres de nós.

O cachorro do Carrefour foi para o céu

FONTE: DIÁRIO DO CENTRO DO MUNDO

Categorias

Sem categoria

Anúncios

lanofusco Ver tudo

Nasci em Nova Esperança-Pr. no dia 12/10/57, Meu primeiro diploma foi de datilografia com 12 anos de idade o que me possibilitou trabalhar em Cartório de Registro Civil, e escritório de contabilidade após terminar o segundo grau onde fiz curso de técnico em contabilidade. Com 17 anos, após uma concorrida seletiva, iniciei como locutor na Rádio Sociedade de Nova Esperança. Aos 20 anos trabalhei na Televisão Cultura de Maringá, logo em seguida passei no concurso do Banco do Brasil onde fiquei por sete anos e voltei aos meios de comunicação trabalhando em várias emissoras de Paranavaí, em Nova Londrina, Maringá e Curitiba. Agora, resolvi fazer esse site com intuito de ser mais participativo nas informações de interesse de todos brasileiros e brasileiras. Diante de tantos nomes e meios de comunicação existentes, não foi fácil decidir o nome para o site, tive que viajar com o pensamento no futuro e imaginar uma pessoa perguntando a outra: onde você viu essa notícia? e a resposta será Lá no Fusco. Espero que gostem desse meu novo trabalho. Conto com seus acessos, dicas e sugestões. Abraços do sempre amigo Edson Fusco

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: