Ir para conteúdo
Anúncios

Família aguarda há um ano e meio liberação do IML para enterrar corpo de filha, em Foz do Iguaçu

Rosilei da Vitória morreu em agosto de 2017 e desde então família espera resultado de DNA.

Família ainda aguarda liberação de corpo no IML de Foz

Uma família aguarda há um ano e meio o resultado de um exame de DNA para poder enterrar o corpo de uma parente em Foz do Iguaçu.

Rosilei da Vitória morreu em agosto de 2017 e desde então o corpo dela, segundo a mãe, está no Instituto Médico-Legal (IML) à espera dos resultados dos exames de identificação.

“Tiraram o meu sangue logo que acharam” afirmou a mãe de Rosilei, Maria Aparecida Vitória.

Rosilei era usuária de drogas em tratamento, mas em uma recaída saiu de casa e não voltou mais. Alguns dias depois, em 20 de agosto de 2017, um corpo com os documentos dela no bolso foi encontrado em um matagal.

Por causa do tempo entre o desaparecimento e o dia que o corpo foi encontrado, não foi possível fazer o reconhecimento do cadáver.

Família aguarda a liberação do corpo há um ano e meio. — Foto: Reprodução/RPC

Família aguarda a liberação do corpo há um ano e meio. — Foto: Reprodução/RPC

Segundo a irmã de Rosilei, o primeiro prazo passado pelo instituto à família foi de seis meses para a identificação do corpo.

“Esperamos dar esse tempo que já foi uma facada no coração. A última vez estive aqui em novembro e me disseram que ia demorar mais dois meses”, afirmou a irmã, Roseli da Vitória..

“Ela perdeu a luta contra a droga, mas a gente quer pelo menos ter o osso dela para poder sepultar”, disse a irmã.

A Polícia Científica afirmou que os materiais genéticos encontram-se em análise e que o processo é complexo.

A instituição informou que não chegou a um resultado e que não é possível estipular um prazo para a conclusão da análise.

FONTE: G1 Oeste e Sudoeste.

Categorias

Sem categoria

Anúncios

lanofusco Ver tudo

Nasci em Nova Esperança-Pr. no dia 12/10/57, Meu primeiro diploma foi de datilografia com 12 anos de idade o que me possibilitou trabalhar em Cartório de Registro Civil, e escritório de contabilidade após terminar o segundo grau onde fiz curso de técnico em contabilidade. Com 17 anos, após uma concorrida seletiva, iniciei como locutor na Rádio Sociedade de Nova Esperança. Aos 20 anos trabalhei na Televisão Cultura de Maringá, logo em seguida passei no concurso do Banco do Brasil onde fiquei por sete anos e voltei aos meios de comunicação trabalhando em várias emissoras de Paranavaí, em Nova Londrina, Maringá e Curitiba. Agora, resolvi fazer esse site com intuito de ser mais participativo nas informações de interesse de todos brasileiros e brasileiras. Diante de tantos nomes e meios de comunicação existentes, não foi fácil decidir o nome para o site, tive que viajar com o pensamento no futuro e imaginar uma pessoa perguntando a outra: onde você viu essa notícia? e a resposta será Lá no Fusco. Espero que gostem desse meu novo trabalho. Conto com seus acessos, dicas e sugestões. Abraços do sempre amigo Edson Fusco

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: